The Blog
10 setembro, 2014

Já ouvi muito por aí que para ter cultura e conhecimento, ou até mesmo fazer um programa legal é preciso tempo e dinheiro para encontrar coisas a altura. Mas hoje em dia, acho essa história bem obsoleta. Por dois motivos: quem quer faz e com tantas coisas bacanas rolando na maior metrópole do país e não só nela, em todos os cantos do nosso Brasil, fica meio difícil acreditar que as pessoas ainda não consigam ter acesso à cultura e arte – muitas vezes de graça – de maneira prática e a um click da informação. Com a internet, ainda por cima, é fácil achar todo tipo de programação, para todos os estilos e gostos. E viva o Food truck, as peças de teatro, as feirinhas gastronômicas que trazem diversas manifestações culturas e hábitos, inclusive  étnicos  para nós, e estão disponíveis logo ali  para aproveitarmos os dias de folga. Quem tem boca vai a Roma e quem tem internet vai a qualquer lugar. Os que não têm também vão, pois, com tanta informação disponível a todo tempo é só uma questão de filtrar o que é importante e conveniente para cada um.

Por isso a nossa dica cultural hoje é sobre a exposição “Histórias Mestiças“, com grandes obras de artistas plásticos como Adriana Varejão, Benedito Calixto e Carybé. Ela entrou em cartaz no dia 16 de agosto e vai até 5 de outubro, e o melhor de tudo: a entrada é gratuita.

arte-rita_heroina

A mostra faz investigação sobre as matrizes formadoras do povo brasileiro: a mestiçagem. Para isso, nomes como Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Portinari e Lasar Segall entre outros, integram certa de 400 obras que abrangem desde o século 16 até a atualidade. Super bacana, né?

adriana_varejao-rita_heroina

Então, que tal deixar de lado a preguiça e chamar uma boa companhia para curtir o final de semana com cultura, diversão e gastando nada por isso? Vamos nessa?

Beijo minhas Heroínas!

Espalhe nas Redes

• Comentário no blog deste assunto é aqui •

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

• Faça um Comentário no Facebook deste assunto •

• Veja mais trabalhos de Rita Heroina •